Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Homilias em Destaque › 26/08/2014

XXIº Dom Comum – O encontro com Jesus nos revela o sentido da vida

 

No evangelho deste domingo temos a oportunidade de renovar e purificar nossa fé. A fé é baseada no encontro com Jesus Cristo. Foi assim para Simão Pedro e os apóstolos, foi assim por Zaqueu, para a mulher Samaritana, o cego de nascença e tantos outros. No ato de reconhecer em Jesus o Messias, nasce neles uma vida nova, a vida da fé. Por essa razão a grande pergunta do evangelho é “E vós, quem dizeis que eu sou?”. Não tem como ter a fé pura sem reconhecer quem é Jesus. Como relatado no evangelho, para muitos, Jesus era um desconhecido, confundido com João Batista, Elias ou um dos profetas. Algo que acontece ainda aos nossos dias: o que se diz sobre Jesus neste mundo de hoje? Percebemos que são muitas maneiras diferentes de ver Jesus, nem todas certas. Muitas pessoas tem uma maneira superficial de olhar para Jesus, ficam apenas no “ouvimos dizer”. Outras fazem de Jesus o que elas precisam,  por exemplo, alguém que resolva problemas financeiros: a dita teologia da prosperidade mostra a benção de Jesus Cristo, como riqueza e sucesso empresarial, pouco se importando da mensagem autentica dos evangelhos Em geral muitos olham para Jesus pensando apenas naquilo que ele pode fazer para eles. Nunca pensam no que eles podem fazer por Jesus. Daí nasce uma fé que é apenas “pedir” e muitas vezes, pedir mal. O próprio Jesus diz que muitas vezes não alcançamos o que queremos porque pedimos mal.

O encontro entre Jesus é Pedro, mostra que antes de pedir qualquer coisa, quando reconhecemos Jesus como o verdadeiro filho de Deus a primeira coisa que acontece a que conhecemos a nossa missão, o sentido da nossa vida: “Tu és Pedro e sobre esta pedra construirei a minha igreja”. O encontro com Jesus, o filho de Deus vivo, nos mostra que a vida tem sentido na doação, no amor aos outros, no serviço. Quando não nasce em nós o desejo de nos doar é bem provável que ainda não encontramos o Cristo plenamente. As vezes nos confundimos pensando que seguir Jesus Cristo significa “não fazer pecados” e de fato muita gente fala “não fiz nada de mal”. Não pensamos, porém que seguir Jesus Cristo não é apenas não praticar nenhum mal, isso é uma parte importante, mas não é tudo. Seguir Jesus Cristo e fazer o bem, aprender com ele a amar os outros e principalmente os mais necessitados. Uma pessoa que faz uma leitura honesta do evangelho, não pode não perceber que Jesus buscou os mais necessitados, os humildes e mesmo quando encontrava pessoas mais ricas, ficava preocupado com suas angustias e lhe revelava o amor, como aconteceu com Zaqueu, que ao receber Jesus em sua casa decide disse: “Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo.” (Lucas 19,8). Mateus também era um cobrador de impostos, mas deixou tudo para seguir Jesus. Quando encontramos Jesus nos conhecemos no intimo e por isso somos capazes de transformar nossas vidas.

E preciso encontrar Jesus nos livros que nos foram transmitidos para essa razão. Faço-lhe uma proposta: dedique um pouco do seu tempo, 20 minutos por dia, para ler o Evangelho de Mateus em pequenas partes.  Não leia mais de um capitulo e se ele for extenso divida em duas partes. Não importa quanto tempo demora. O que importa é que depois da leitura coloque num caderno sua reflexão, basta uma pequena frase, não precisam muitas palavras. Deixe assim que Jesus se revele ao seu coração.