Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Voz do Pastor › 11/09/2009

Um povo que precisa escutar

Setembro é o mês da Bíblia, a Palavra de Deus. A religião cristã é uma das grandes religiões monoteístas (junto ao judaísmo e ao islamismo) que são baseadas numa “revelação” contida em livros sagrados. No nosso caso a Bíblia.

Não quero entrar agora entrar na questão da critica literária do texto sagrado, que seria muito longa, mas simplesmente dizer que temos um Deus que fala conosco, que fala pela sua Palavra na Bíblia, que fala pelos atos e palavras de Jesus, que fala pela tradição da Igreja, fala pelo testemunho dos mártires e santos, fala presente nos pequenos e pobre, fala presente no nosso irmão, fala pelos acontecimentos, fala pela própria natureza! Isto é Deus se revela continuamente e de muitas maneiras.

SE temos um Deus que fala tanto conosco é claro que somos um povo chamado a escutar. Quando Deus revela sua Lei a Moises, inicia o seu discurso com a expressão que marcou profundamente todo o Antigo Testamento: “Shemà Israel” , isto é “escuta Israel”. A grande Aliança de Deus com seu povo começa com esse convite a escutar.

O próprio Jesus disse algumas vezes “Quem tem ouvidos ouça!”. Curou alguns surdos que o imploraram, mas também queria curar aqueles que estavam ao redor do surdos para não fossem mais surdos aos apelos de Deus.

Tudo isso hoje é ainda extremamente atual! Na correria dos tempos modernos,  onde trocamos mensagens rápidas e visivas como as das publicidades e da TV, nos discursos superficiais, nos tornamos cada vez mais pessoas surdas. Ouvimos muito bem as mensagens do consumismo e das modas, mas não sabemos mais escutar a Deus, a natureza, aos irmãos e, por incrível que apareça, não escutamos nem as mensagens do nosso corpo e do nosso interior. Um povo surdo aos apelos da natureza esta destruindo o nosso planeta e acabando com suas fontes de vida. Pessoas surdas aos apelos dos irmãos e até dos próprios familiares geram famílias, comunidades e sociedades incapazes de viver o amor e dominadas pela indiferença; cristão surdos aos apelos de Deus geram uma fé aparente e ilusória, individualista e superficial, onde se procura Deus só pelos próprios interesses; indivíduos incapazes de escutar o próprio corpo e o próprio interior, geram pessoas perdidas e sem projetos de vida, facilmente enganadas pelo mercado e pelos modismos, estressadas e deprimidas e dominadas pelo desejo de aparecer.

Bem dizia, madre Teresa de Calcutá, que o mal maior dos tempos modernos é a indiferença!

Vamos então escutar mais; vamos dedicar mais tempo para ouvir as pessoas dentro e fora de casa; vamos ouvir mais a natureza, passeando mais nos dia de sol e vencendo a tentação de passar os feriados e domingos assistindo TV, e aprendendo a amar toda forma de vida que gera mais vida; e como filhos e filhas de Deus vamos ouvir mais o nosso Pai que de tantas maneiras nos chama; não vamos deixar de ouvi-lo aos domingos, quando Ele reúne a sua família na sua Casa. Vamos nos ouvir mais… muita gente sofre muito porque não quer ouvir os apelos do seu corpo e as sua alma;

Um grande abraço…… Padre Graciano