Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:

Não precisa esperar outro Salvador, Ele está conosco! Homilia do 3º Domingo do Advento “Domingo da Alegria”- Pe Graciano

Nos aproximamos do Natal, só faltam apenas alguns dias! Este domingo nos convida a celebrar a alegria da vinda do Salvador. Não é fácil viver a alegria. Para muitos tem que ser procurada artificialmente. Para outros tem que esperar o momento feliz, entre familiares ou amigos. Normalmente parece que a alegria é algo que fica fora de nós e vamos em busca dela. A Alegria que Jesus nos propõe, porém, não está fora de nós, não é artificial, ela nasce dentro de nós e não é a alegria de momentos, mas se torna a alegria de viver que ninguém e nada pode tirar de nós! A alegria verdadeira sabe conviver com a dor, conhece as dificuldades da vida, sabe que não há nada de fácil. Esta alegria se conquista dando sentido a nossa vida, ou melhor descobrindo o sentido dela.

O evangelho mostra que não podemos perder a oportunidade de entender algo muito importante na nossa fé. João Batista está preso e manda perguntar para Jesus: És tu, aquele que há de vir, ou precisamos esperar outro? Mesmo o maior entre todos os homens tem sua dúvida e tenta solucionar. Só isso já basta para refletir que que dúvida e fé caminham juntos, aliás, a dúvida nos permite crescer, entender mais e melhor. Deus não fica triste com as nossas perguntas e nos dá respostas verdadeiras.

Jesus também manda sua resposta a João: olha o que está acontecendo e tira tuas conclusões. Cura de cegos, surdos, paralíticos e leprosos, a evangelização dos pobres, são todos sinais da presença do Messias esperado. Jesus convida a observar, prestar atenção, mudar a visão, a maneira de ver.

Ainda hoje após tanto tempo continuamos com muitas dúvidas: o mundo permanece com muita violência, doenças, tragédias, injustiça, fome, corrupção…, parece difícil ver uma salvação, parece que vamos para o lado oposto a ela.

Jesus nunca prometeu que com um “pacote” de milagres ia resolver todos os problemas da terra. Ele nos salvou com a encarnação, se tornando um de nós, partilhando a nossa dor, sendo como nós. Se alguns cegos foram curados, muitos continuaram cegos. O que Jesus então nos convida a observar? Os sinais que nos deixou tem a lógica da levedura na massa, o fermento que transforma a massa. Nos convida a crer que o mundo tem cura e não é um doente terminal.

Se mudarmos a nossa maneira de olhar perceberemos muitas coisas que não enxergamos. Perceberemos que podemos construir o Reino de Deus a partir da nossa conversão. Jesus nos avisou que as coisas novas ficariam misturadas com as velhas, o joio com o trigo. A nossa pessoa, nossas famílias e nossas comunidades podem ser sim o mundo novo que como um fermento vem transformado tudo. Jesus dando a resposta que deu a João, nos convida a ter este olhar de esperança, para que nos envolvemos na construção do mundo a maneira de Deus. O mundo precisa de cristãos credíveis.

 

Padre Graciano Cirina

Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Poços de Caldas-MG

Diocese de Guaxupé