Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Voz do Pastor › 10/05/2011

Marco faz parte de nossas vidas

Nossa Paróquia se une à família de Pe. Graciano pela morte de seu irmão

A todos do Sagrado,

             Agradeço pelas orações e conforto de toda as pessoas. Tudo ficou muito difícil, mas após a missa do funeral parece que uma nova força nos ajuda a superar. Tenho muita saudade de Marco e nem parece real que ele se foi. A seguir as palavras que disse na homilia:

           “Reunidos em oração ao redor do corpo de Marco, ressoa em nossos corações a frase de Marta que parece uma queixa com Jesus: – SENHOR SE ESTIVESSES AQUI, MEU IRMÃO NÃO TERIA MORRIDO.

            Nesta atitude de Marta são representados todos os nossos porquês, as nossas dúvidas, as nossas incertezas na fé. Aqui estão presentes nossos raciocínios sobre os últimos momentos da vida de Marco,muitos “MAS” e muitos “SE” que ao final das contas não mudam a realidade do que aconteceu.

            Assim como fez com Marta Jesus nos acolhe e entende nossa dor, porque Ele que nos criou sabe muito bem que toda a tempestade de sentimentos que invade nosso coração tem apenas uma razão: o amor que nos une a Marco. Quanto mais amamos alguém, mais absurda nos parece sua morte. O absurdo que sentimos dentro de nós, é medida do amor que sentimos por Marco, e não do desespero que graças a fé não temos.

            Este amor é sagrado, e foi o mesmo Deus que o derramou em nosso coração, e que nos permite nos sentir unidos a Marco. Neste momento nos rezamos por Marco, é bem provável, que é ele que reza por nós junto do Pai, agora que ele conhece a verdade sem limites, na plenitude de Deus. Celebramos portanto a Ressurreição como certeza da nossa Fé, como certeza que Marco esta ainda mais perto, e encontrou nosso Pai e nossa irmãzinha Anna Rita.

Que o Senhor nos ajude a superar estes dias que tem o sabor amargo da dor e nos conforte com a força do seu amor.”

            Quanto a maneira da morte do Marco. Ele foi de manhã com um amigo numa procissão do santo da cidade que demora muito, e terminando pediu que o amigo o levasse no pronto socorro porque não se sentia bem, mas resolveu antes passarem casa para buscar os últimos exames que havia feito. Depois foi para o Hospital, mas no caminho desmaiou no carro. Foi quando o amigo parou e chamou uma ambulância que chegou em poucos minutos e começou os procedimentos, mas ele chegou já sem vida no Hospital. Foi um enfarte fatal. Faleceu dia 1 de maio às 15h35min, com 45 anos. Como se pensava, ele não era o caçula, temos um irmão mais novo que ele, Paolo.