Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Homilias em Destaque › 08/03/2011

Praticar a palavra de Deus – 06 de março de2011.

O Evangelho deste domingo nos alerta sobre uma adesão superficial à Palavra de Deus e uma conseqüente atitude de quem fala, mas não faz. Mesmo expulsando demônios, ou profetizando, ou realizando milagres, não podemos saber se isso vem de Deus. Interessante, como após dois mil anos ainda há gente pela TV tentando nos convencer que realizam grandes milagres, expulsam demônios. A Tradição da Igreja nos ensina que, caso estas coisas aconteçam, são protegidas com muita discrição. A resposta de Jesus no Evangelho de hoje chega a assustar: Jamais vos conheci!!  

         A certeza de que somos de Deus não vem das palavras pronunciadas, mas de uma vida transformada pela força da Palavra do Senhor. Por isso, não podemos ser meros ouvintes. Deus tem que estar em primeiro lugar em nossas vidas. De que adianta encontrar uma oportunidade de trabalho que me afasta da prática da Palavra, que me obriga a fazer o contrário do que Deus ensina! Melhor perder esta oportunidade porque não vai construir a minha felicidade, a minha realização.  

         O cristão, muitas vezes, não vive na vida aquilo que celebra nas santas missas; pensa que viver o evangelho é coisa para santos, mas que na vida existem outras regras. Assim, muitos acabam sendo cristãos apenas de nome.     

          Mas não existem duas felicidades: uma com Deus e outra sem Deus. A felicidade é só uma. Existem sim muitas ilusões que fazem pensar em uma felicidade imediata. O evangelho de domingo passado alertava a todos que não podemos servir a Deus e ao Dinheiro, mas infelizmente muitos se perdem atrás das riquezas e por causa disso não respeitam mais ninguém e são capazes de tudo para alcançar seus objetivos.

          Quando, porém, colocamos Deus acima de tudo, aprendemos que, mesmo num mundo tão complexo e cheio de expertinhos, é possível viver a Palavra do Senhor. Desta maneira, o Amor se torna o nosso caminho seguro que nos ilumina em cada situação. Aprendemos a perdoar, a dialogar, a ter compaixão, a servir o próximo…

         O amor se torna a base para construir nossa vida, nossa família, nossa comunidade. A vivência da Palavra nos faz construir uma nova cultura, a civilização do amor.

          A primeira leitura dizia: “Coloco na tua frente a bênção e a maldição”, e nos convidava a tomar uma decisão. Escolher a bênção significa viver em comunhão com Deus em observância da sua Palavra. Vamos lembrar que benção é realização, é felicidade. Como disse antes, não existem duas felicidades. Tome  a sua decisão.