Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Voz do Pastor › 11/06/2010

Futebol e vida

A Copa do Mundo vai iniciar com muitas esperanças para os brasileiros de se tornarem mais uma vez Campeões do Mundo. O povo participa como nunca e identifica na vitória futebolística o orgulho da própria nação: não é prioridade do Brasil: italianos, franceses, ingleses, argentinos, Sul africanos…, todos os povos vivem este momento com entusiasmo.

O futebol foi o meu primeiro grande sonho e lutei muito por ele, para poder viver jogando bola; quase consegui, nunca ia ser um campeão, mas com certeza podia viver um bom tempo da minha vida neste esporte, ganhando o pão pra viver.

Com 18 anos este sonho acabou e começou para mim um calvário que durante 6 anos me fez viver mais nos hospitais que fora deles.

Assim minha vida mudou, mas sempre com o espírito de querer um mundo melhor, comecei a estudar teologia e me preparei para ser padre. Sabia no meu coração que teria sido padre no Brasil, sempre pensei isso.

Apesar de adorar ainda o Futebol hoje percebo como todos que o futebol não é uma brincadeira, mas uma industria de negócios que movimenta capitais enormes; percebo que nem sempre os amados craques de futebol são modelo de vida para as novas gerações. Mesmo assim quando assisto a um jogo me sinto sempre uma criança apaixonada por este esporte.

Hoje como padre e presidente da APHAS ainda tenho um sonho ligado ao futebol. Sonho que o nosso projeto “Escola de vida e futebol” se torne um instrumento para ajudar centenas de crianças e jovens a conhecer e amar a vida, a luta pela nossas conquistas, o respeito e a dignidade de cada hum; sonho que o esporte como cultura de paz e educação ao convívio ajude centenas de criança e jovens a não cair nas armadilhas de uma vida falsa e sem valor. Na minha infância e adolescência me formei no esporte e se sou o que sou o devo a isso também.

O sonho “Escola de vida e futebol” da APHAS esta para dar um grande passe: estamos recuperando o Campo de Futebol no alto de São José, que a Prefeitura nos deu em Comodato e com uma verba da ALCOA faremos o Centro de Treinamento s Sede, onde teremos vestiários, cozinha, refeitório, sala de palestra e mais ambiente para o nosso projeto decolar de vez. Eu vi algo parecido estes dias em Soweto, o bairro de Nelson Mandela, sendo uma verdadeira esperança pra tantas criança e  jovens da África do Sul. Achei fantástico, porque uma nova cultura de paz se pode criar a partir do esporte. No projeto Escola de Vida e futebol, estamos envolvendo profissionais para colaborar neste sonho: psicólogos, médicos, dentistas, educadores, além da equipe técnica para realmente construir um projeto abrangente e que seja modelo na nossa sociedade.

Neste mês do Sagrado Coração confio a ele o nosso sonho para que nos ajude a realizá-lo.