Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Voz do Pastor › 08/02/2011

Construir o Ágape

Graças ao livro do Padre Marcelo Rossi, esta palavra se tornou bem conhecida de muitos brasileiros. Ágape é o amor fraterno que tem origem no próprio Deus. São João não tem a menor hesitação em declarar solenemente na sua primeira carta “DEUS É ÁGAPE”.

A frase completa é um real desafio para nós: “Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” (1 João 4:8)

Na introdução do livro Ágape, O prof. Chalita escreve: “O mal não pode vencer o bem. Se as atrocidades nos incomodam, se a banalização da violência nos assusta, é preciso ir além”. Concordo com Chalita e penso que as coisas que nos assustam são muito mais. Às vezes, o susto começa dentro de mim, quando me pego com pensamentos cheios de ódio e violência, quando tenho um ato de ira no trânsito, quando sinto raiva e xingo alguém, quando percebo que não sei perdoar ninguém, nem por causa de bobagens. Por tudo isso digo: se não quero o mal na minha vida, preciso construir o bem, o amor, o ágape fraterno.

Quando um jovem casal decide construir sua casa, coloca neste projeto todas suas energias, toda economia, todos os esforços e sacrifícios.

Usei a palavra CONSTRUIR porque penso que, se queremos vencer o mal, precisamos dedicar ao amor fraterno todas nossas energias, nossa inteligência, construir e colocar tijolo sobre tijolo a partir dos fundamentos.

O Ágape começa dentro de casa, na vida familiar, na vida fraterna. Às vezes os laços de sangue não são suficientes para vivenciar o amor fraterno, mas é preciso o esforço diário de construir novas relações sem agressões, sem discutir gritando um com o outro.

É preciso que eu coloque na minha alma este objetivo fundamental: quero amar, quero acolher, quero perdoar. Desde que me levanto, vou perseguindo este meu objetivo, com muita serenidade, mas com muita determinação. Vou eliminando do meu falar e do meu agir tudo que é mal: agressão, falta de respeito, respostas sem carinho, mentiras, acusação, condenação, ofensa, enganação…! Vou decidir: a minha casa espiritual será construída sobre a rocha do ágape e vou lutar por isso a cada instante.

Se pensamos na nossa vida, percebemos que aceitamos as coisas erradas com muita facilidade. Então construímos o que é bom, amável, eterno. Deus é amor, Deus é Ágape. Construímos usando com paciência e perseverança os tijolos que se chamam perdão, acolhida, compaixão, carinho, ternura, verdade, amizade, honestidade, partilha, sinceridade, compaixão, solidariedade. Quantos tijolos bons existem!

Acho que o Ágape se constrói a partir de um belo BOM-DIA quando me levanto; então, o Ágape gera pessoas novas na economia, na política, na luta para um ambiente saudável. Milhões e milhões de pequenos gestos de amor acabam gerando uma nova cultura, a civilização do amor, assim como milhões de pequenas maldades geraram esta cultura de morte na qual vivemos.

O site sousagradosoufeliz.com veio para ajudar na construção do ágape entre nós. Incentive, colabore, participe, siga-nos nas redes sociais. A paróquia do Sagrado está lançada na rede mundial para fazer parte da Civilização do amor. Faça parte deste sonho!

 Um abraço cheio de Ágape.

Padre Graciano