Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Notícias › 16/08/2016

Começou o XVII Congresso Eucarístico Nacional em Belém

Catedral Metropolitana de Belém, na noite desta segunda ? feira (30). O governo do Estado realizou a restauração total da Catedral. © LUCIVALDO SENA/ AG. PARÁ DATA: 30.08.2009 BELÉM - PARÁ

Em meio às comemorações do quarto centenário do início da Evangelização da Amazônia e da fundação da cidade, teve início na segunda-feira, 15 de agosto, o XVII Congresso Eucarístico Nacional (CEN 2016), em Belém do Pará.

O evento, que segue até domingo, 21, será ocasião para as celebrações pelos 110 anos da elevação da então diocese à arquidiocese de Belém, pelo papa São Pio X.

Em seu último artigo divulgado da série sobre o grande evento sediado na Igreja Particular, o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, escreveu que “todos os olhos se voltam para Belém” e recordou “que não se pode entender Belém e o Pará sem a fé cristã e suas raízes católicas e marianas”.

“A missão da Igreja tem a sua raiz e alcança o seu cume na celebração a Palavra de Deus diz: ‘e o reconheceram ao partir o pão’. O Mistério da Igreja realiza! Tudo é graça, riqueza e dom. E conosco caminha Maria, a Estrela da Evangelização” (Hino do XVII Congresso Eucarístico Nacional). De fato, a Igreja encontra seu cume e a fonte de toda a sua vida na Eucaristia! O ato dominical de sair de casa para ir à Missa, nestes quatrocentos anos de Evangelização e história, é o ícone daquilo que somos e desejamos viver!”, escreveu.

Dom Taveira explicou que “Belém teve suas portas abertas pelo Evangelho e pela Igreja. Belém nasceu do presépio, entrou na Igreja, saiu pelas campinas dos primeiros tempos e edificou um monumento à fé cristã, feito de tijolos e pedras que são os quatrocentos anos pelos quais agradece penhoradamente. A Arquidiocese de Belém só pode oferecer a esta cidade o que tem de melhor, seu testemunho de fé, sabedora de que este é o mais significativo legado das festas celebradas nesta cidade”.

Ao longo da 54ª Assembleia Geral da CNBB, o Arcebispo de Belém ressaltou a missionariedade proposta no tema “Eucaristia e partilha na Amazônia Missionária”.

“O ponto central da vida da Igreja é a Eucaristia e, neste ponto central da vida da Igreja, nasce também, como diz o hino do Congresso Eucarístico, a perspectiva da missão. Todos olham para a Amazônia, Paulo VI dizia ‘Cristo aponta para a Amazônia’ e a Amazônia agora aponta para o Brasil nessa perspectiva missionaria que nasce da Eucaristia. Então nasce uma vitalidade nova, uma grande participação uma vivência, um envolvimento sério da vida da Igreja do Brasil inteiro a partir do Congresso Eucarístico”, afirmou.

Por Gaudium Press