Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Voz do Pastor › 08/10/2010

Carrega tua Cruz, todo dia

Enquanto espero a cirurgia do dia 16 de outubro, me encontro na condição de não poder estar presente na paróquia. Precisei eliminar alguns remédios que tomo a muito tempo e assim meu corpo não agüentou mais. Apesar desta espera me sinto sereno quanto a cirurgia. Recebi inúmeras palavras de conforto, orações e sei que muitos estão rezando e oferecendo por mim. Agradeço a todos de coração!

O evangelho nos ensina a carregar nossa cruz todo dia. Isso nos faz lidar com duas tentações: a primeira é aquela de descontar nos outros a nossa dor; a segunda é aquela de não aceitar a situação.

Tentei não cair muito em nenhuma das duas, mas é claro que não sou perfeito e se a gente não vigiar mesmo sobre as próprias atitudes, acontece que não vivemos o compromisso de carregar a nossa cruz. Ao mesmo tempo a gente se conhece melhor e de uma certa maneira acaba “curtindo” as próprias limitações. Realmente não tenho a pretensão de ser perfeito, ao contrario adoro a Canção dos imperfeitos. Acredito que Jesus se mostra mais em pessoas normais, que não se preocupam com ser melhores dos outros. Gosto do que testemunha São Paulo: “É na minha fraqueza que me sinto forte”.

Na minha doença o que mais incomoda é não conseguir fazer as coisas do dia a dia, como por exemplo andar normalmente. A gente observa que todos andam normalmente ,  que é tão normal e tão fácil, mas não para você . Isso porem não pode induzir ao desanimo, ao contrário sinto que viver uma limitação me torna mais apaixonado pela vida. Carregar a cruz, muito mais que a dor física, significa administrar todos os sentimentos que passam pelo teu coração e não fazer pesar tudo isso para os outros.

Por outro lado, na doença, todos te dão apóio e manifestam seu amor e carinho. Isso no Sagrado recebo muito mesmo e principalmente nestes momentos mais difíceis recebo a toneladas. Este amor de todos vocês e para mim a presença de Deus viva e verdadeira. Deus é realmente a nossa força. Ele que me segura em suas mãos.

Obrigado a todos, Padre Graciano