Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Destaques › 22/01/2013

Cardeal explica a escolha dos Salmos para exercícios quaresmais

 

No Vaticano

“Escolhi o Livro dos Salmos porque nele Deus e o homem estão em estreito diálogo.” Em síntese, o Cardeal Gianfranco Ravasi explica desse modo a inspiração que deu origem às suas meditações com as quais conduzirá, no Vaticano, os exercícios espirituais da próxima Quaresma.

O presidente do Pontifício Conselho para a Cultura pregará os exercícios espirituais ao Papa e à Cúria Romana, de 17 a 23 de fevereiro, a partir do tema “Ars orandi, ars credendi. O rosto de Deus e do homem na oração sálmica”.

Sobre a escolha do tema, o cardeal diz que pensou em muitas possibilidades, mas escolheu o Livro dos Salmos por ser uma adequada representação do rosto de Deus e do homem. Segundo ele, o Saltério demonstra que a revelação de Deus não é um solilóquio solitário de Deus no seu horizonte dourado, mas é um diálogo e no diálogo deve existir também a resposta.

“E a resposta é, talvez, justamente, a resposta que Deus espera de nós, porque colocou o sigilo da sua inspiração. Eis, por esse motivo – diria – que escolhi para o Ano da Fé, para falar da fé, justamente um livro em que Deus fala sobre a fé e, ao mesmo tempo, também o homem, que reage e responde com a sua fé.”

O Cardeal Ravasi assegurou que acolheu o convite do Papa para os exercícios quaresmais com emoção e afirmou que Bento XVI está na expectativa para ver como se desenvolverá as 17 etapas do percurso de exercícios.

“Ao encontrar-me, Bento XVI me pediu quase idealmente que estivesse contente por realizar esse ato porque – são palavras suas – ‘estou curioso para ver como desenvolverá um percurso bastante longo que é feito de 17 etapas’. E essa curiosidade espiritual, humana, cultural é também, em certo sentido, algo que pode emocionar-me, mas que, por outro lado, sugere também uma espécie de dimensão de intimidade.”

Por Canção Nova, com Rádio Vaticano