Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Notícias › 25/03/2012

Cardeal Damasceno comenta visita do Papa à America Latina

 

O Cardeal Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida, Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, já está no México.

O Cardeal aguarda a Bento XVI que daqui a poucas horas chegará ao país.

Dom Raymundo concelebrará com o Papa a Santa Missa no Parque do Bicentenário de León.

Aguardam também o papa Ratzinger os Presidentes das 22 Conferências Episcopais da América Latina e do Caribe que se reúnem no México para a realização do encontro dos membros do Conselho Episcopal Latino-Americano, CELAM.

Para Dom Raymundo, Bento XVI será recebido pelo povo mexicano e, em especial, pelos  católicos com muito respeito, devoção e amor.

O Cardeal brasileiro declarou: “Certamente Bento XVI, como aconteceu no Brasil e como nas visitas do Papa João Paulo II à América Latina, será recebido com muita alegria, com muito calor humano e com muito amor, como é próprio dos nossos povos latino-americanos e caribenhos.

Uma das marcas tradicionais de nossa religião católica é, sem dúvida, o respeito, a devoção, o apreço, o amor ao sucessor de Pedro, o Papa.

Estarei representando o episcopado brasileiro nesta visita ao México. Tenho certeza de que a palavra do Santo Padre será acolhida, será muito importante neste momento em que vive o México: sabemos que é um país que tem passado por uma série de violências, com uma presença muito forte de organizações criminosas, o narcotráfico…

O Papa trará uma palavra de estímulo ao trabalho evangelizador no México, na América Latina, além de uma mensagem de paz, de justiça, para que o México possa caminhar com progresso, com desenvolvimento, mas sempre com justiça social, paz e harmonia entre seus habitantes”, afirmou Dom Raymundo.

Para o Arcebispo de Aparecida, o rastro que a mensagem do Papa deixará será aprofundamento do espírito missionário da Nova Evangelização em toda as nações latino-americanas. Diz o Presidente da CNBB:

“Creio que uma das tônicas das mensagens do Santo Padre será a evangelização. Porque foi este o grande apelo da Conferência de Aparecida: fazer de nossos povos na América Latina verdadeiros, autênticos discípulos de Jesus e como conseqüência do discipulato, ser missionário de Jesus Cristo na América Latina, no mundo de hoje.

O próximo Sínodo será sobre a evangelização, e uma das tônicas da viagem será o espírito missionário que deve animar, impulsionar, todo o trabalho pastoral na Igreja na América Latina e no mundo todo.

Creio que outra tônica será certamente a paz, a justiça, a convivência fraterna entre os países da América Latina, a integração latino-americana, e de modo especial, uma mensagem voltada para o México, no sentido de que a paz se constrói sempre por meio do diálogo, do respeito à dignidade da pessoa humana, de seus direitos, por meio da justiça”. (JSG)

Com informações da Rádio Vaticano.