Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Destaques › 23/01/2012

Bento XVI destaca relação fraterna entre católicos e luteranos

 

O Papa Bento XVI se encontrou nesta quinta-feira, 19, com uma delegação ecumênica da Igreja Luterana da Finlândia, liderada pelo Reverendo Seppo Hakkinen, bispo da Diocese luterana de Mikkeli.

Recordando que neste dia se comemora a festa de Santo Henrique, patrono da Finlândia, Bento XVI deu “graças a Deus pela ação do Espírito Santo, que informa e transforma a vida dos que nos deixaram um exemplo concreto de fidelidade a Cristo e ao Evangelho”.

O Papa também disse se alegrar pelas relações fraternas entre os cristãos finlandeses, como demonstra esta visita da delegação luterana.

“A visita anual de uma delegação ecumênica proveniente da Finlândia testemunha o incremento da comunhão entre as tradições cristãs representadas no vosso país. É minha profunda esperança que esta comunhão continue a crescer, produzindo ricos frutos entre Católicos, Luteranos e todos os outros cristãos na vossa bem amada pátria”, disse o Pontífice.

Referindo que existem “questões éticas” que em tempos recentes se tornaram “um dos pontos de diferença entre Cristãos, especialmente no que diz respeito à correta compreensão da natureza humana e da sua dignidade”, Bento XVI salientou a “necessidade de que os cristãos cheguem a um entendimento profundo no campo da antropologia, ajudando por sua vez a sociedade e os políticos a tomarem decisões sapientes e justas, no que diz respeito a importantes questões na área da vida humana, da família e da sexualidade”.

“Neste aspecto, o recente documento de diálogo ecumênico bilateral, no contexto finlandês e sueco, reflete uma aproximação entre Católicos e Luteranos não só sobre a compreensão da justificação, mas estimula também os Cristãos a renovarem o seu compromisso a imitar Cristo, na vida e na ação”, observou o Papa.

No fim do encontro, Bento XVI deixou palavras de esperança e encorajamento para o avanço da convergência ecumênica, na unidade desejada por Cristo.

“O nosso avançar em direção à completa unidade visível dos Cristãos requer uma expectativa paciente e confiante, não em espírito de desinteresse e passividade, mas com a profunda convicção que a unidade de todos os Cristãos numa só Igreja é verdadeiramente um dom de Deus e não uma nossa realização. Tal paciente expectativa, numa esperança orante, transforma-nos e prepara-nos para a unidade visível, não como nós a planejamos, mas como Deus nos concede”, concluiu.

A visita da delegação luterana vem ao encontro da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, comemorada na Europa e em todo hemisfério norte, tradicionalmente, entre os dias 18 e 25 de janeiro.