Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:
Ministério de música

Ministério de música

 

Música na liturgia

“Aclamem a Deus, nossa força. Acompanhem, toquem os pandeiros, a harpa melodiosa e a cítara” (Sl 81,2-4). “Cantem para ele ao som de instrumentos…” (cf 1Cr 15-16).

Introdução

Todos nós temos consciência de como a música é importante em nossa vida. Como é divina, como faz bem! Se ela é tão importante em tudo, por que não seria também na liturgia? O povo diz com sabedoria que “quem canta reza duas vezes”. E é verdade. Assim, podemos afirmar com certeza, que seria quase impossível uma liturgia sem a música e sem o canto.

O Documento da CNBB sobre a música na liturgia (Estudos, n. 79) lembra que “o canto cria comunidade, liga as pessoas entre si, e mais eficazmente, as põe em sintonia com o Mistério de Deus” (n° 6).

Sem música a liturgia é um corpo sem alma. O canto anima (dá alma), cria o clima, ajuda a rezar, interioriza, evangeliza. O povo demonstra sua fé e alegria, seu amor e gratidão a Deus por meio do canto. Os hebreus e os cristãos e quase todos os povos e culturas sempre usaram a música e a dança, como elementos essenciais em seus ritos. Através do canto, revelam a alegria da festa, a unidade de coração, o compromisso com a vida. O canto expressa emoção e luta, penitência e louvor.

A finalidade do canto não é apenas a de tornar a celebração mais leve, gostosa, movimentada, mas ajudar a celebrar bem. A Igreja ensina-nos, que não podemos contentar-nos em cantar na liturgia, mas devemos cantar a liturgia (Doc. 79, n° 27).

Para isso, precisamos saber distinguir bem o que é música litúrgica e o que não é:

Canto sacro: expressa um tema sagrado ou religioso,

Canto evangelizador: tem a finalidade de evangelizar e catequizar,

Canto litúrgico: está em função da celebração litúrgica e, por isso, esta sujeito às normas da liturgia. Nem todo canto religioso é litúrgico.

A equipe de animação do canto ficará atenta às músicas, para que estejam de acordo com o mistério celebrado e com a comunidade celebrante, ficando responsável para que toda a assembléia tenha acesso às letras, aprenda as músicas e participe durante a celebração.O documento 79 alerta para o perigo de que os cantos sejam escolhidos de qualquer jeito e fiquem distantes do mistério celebrado e dos textos litúrgicos, correspondendo apenas ao gosto de quem escolhe.

O Ministério de Música

O Ministério de Música tem a função de ajudar o povo a cantar, envolvendo toda a assembléia. Não se trata de coral para se apresentar, mas um grupo que sustena o canto e leva o povo a participar. Além disso, é essencial que o próprio grupo participe da celebração, rezando, ouvindo com atenção as leituras.

O canto litúrgico não é uma apresentação, mas uma oração.

Ao grupo de cantores cabe executar as partes que lhe são próprias e promover a ativa participação dos fiéis no canto. “Nas igrejas onde há muitas missas no domingo, não faz sentido cantar em cada missa músicas diferentes, de acordo com o gosto de cada grupo. Deve haver sintonia, unidade, coerência.

Outro ponto, coisa muito importante, é a sintonia entre a equipe de animação, do canto e o presidente da celebração, bem como com os outros ministros. O presidente deve saber tudo o que vai ser cantado para evitar desencontros.

É fundamental que o instrumento musical jamais abafe a voz. É importante também estar atentos à proporcionalidade: não fica bem um simples violão para animar uma catedral, e uma banda enorme para uma pequena capela. O mesmo serve para o volume. Atenção também para a percussão, que não deve anular a harmonia do grupo. Quem executa o instrumento deve também ser movido por uma atitude espiritual, possuir mística. Estar ali para servir, e não para se exibir; para rezar e celebrar, não para se apresentar.

Organização da Música na paróquia

Atualmente na paróquia somos 8 ministérios de música, que servem e atuam também nas comunidades. Entre os compromissos dos ministérios estão as missas semanais: segundas, quartas e sextas-feiras e as missas dominicais do final de semana. Seguimos uma escala que funciona como um rodízio, onde os ministérios atuam nas 3 comunidades (Sagrado, São José e Rainha da Paz), e agora em 2011 programaremos melhor a reunião mensal, com todos os ministérios de música.

Grupos que fazem parte do Ministério de Música

1. Ivana e João Carlos Responsável: Ivana
2. Moisés e Pamela Responsável: Moisés
3. André Sabino,Dutra e Gustavo Responsável: André
4. Júnior Prata Responsável: Júnior Prata
5. David Responsável: David
6.Meire e Silvane Responsável: Meire
7. Diego Responsável:
8. Solange Responsável:
Como posso participar do Ministério da Música
Entre em contacto com a coordenação.
Coordenadores:
David Brunório e Elivane Silva
E-mail de contato:
musica@scjpocos.com
Escala de música do mês:
Clique aqui para ver a escala …