Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Quarta feira de Cinzas – 1º março 2017 Um tempo para nos construir

O tempo passa e como a nossa liturgia é cíclica, volta mais uma vez o tempo de Quaresma, como um tempo de graça e de conversão, tempo de espiritualidade, de vida interior. Bem reza o salmo:

“Ensina-nos a contar os nossos dias e teremos a sabedoria do coração” (Salmo 90)

Como nós jogamos fora muito tempo, vivemos muito tempo fora de nós, aprender a dar valor ao tempo é um caminho que nos ajuda a crescer, a caminhar na direção certa. Quem nos rouba o tempo, nos rouba a nossa vida. A igreja na sua sabedoria nos da um tempo para aproveitar bem: o tempo de quaresma, para que estejamos mais atentos a Palavra de Deus e ao nosso próximo. São os dois grandes objetivos deste tempo, Deus e o próximo. Como estou com Deus? Como estou com o meu próximo?

O evangelho nos da três sugestões: a esmola, a oração, o jejum. A esmola nos ajuda a responder a pergunta como estou com o meu próximo? A oração nos ajuda a responder a pergunta como estou com Deus? O jejum nos ajuda a ter controle sobre a nossa vida.

A esmola. Significa prestar atenção na necessidade di próximo. Sempre há alguém perto da gente que precisa de ajuda. Hoje precisamos rever o conceito de esmola. Há muita gente perdendo emprego, há famílias com falta de alimento. Há famílias que não conseguem deixar suas contas em dia. Há famílias que não recebem um salário suficiente meso trabalhando. Isso é muito evidente. Vamos prestar atenção. O que estou fazendo por estas pessoas? Como diz o evangelho ninguém precisa saber, mas preciso que o meu coração se abra ao meu próximo. Alimento, roupa, remédios..como posso ajudar? Não se trata de fazer algo de vez em quando, mas de um jeito de viver novo onde eu pratico a caridade como estilo de vida.

A oração. A oração é sinal de amizade com Deus. Deus é o meu amigo fiel e preciso cuidar desta minha amizade. Todo dia Deus me fala, posso ler o evangelho de cada dia, meditar um pouco sobre o que a sua Palavra me diz. Depois tenho o dia inteiro para viver o que Deus me ensinou. Será que posso dar para Deus, que me da  a vida inteira, cinco minutos de cada dia de manhã e cinco minutos a noite para ouvir o que ele tem a me dizer?

Jejum. O jejum é uma maneira antiga e sempre nova de me privar de algo para aprender a ser dono de mi mesmo e não ser dominado nem pelo alimento, nem por tantas outras coisas. Para fazer um jejum produtivo que me faz crescer e me aproxima de Deus e do próximo, preciso então me perguntar o que está dominando minha vida, meu tempo, meu jeito de ser. Com certeza a comida pode não estar mais em primeiro plano, pode ser que a bebida seja mais dominadora. Às vezes não é nem um nem outro, mais é falar da vida dos outros e falar mal. Muita gente esta ficando dependente do uso da internet, das redes sociais. Não temos tempo para rezar, nem para ouvir os filhos, mas temos tempo para ver o que os outros estão fazendo na pagina do Facebook deles. Pode acontecer que não sabemos mais nada da vida de nossos filhos, mas sabemos tudo do que acontece na Novela. Enfim cada um conhece sua vida e sabe o que está fazendo mal. O jejum é para isso para sermos donos de nós mesmos e construir a nossa vida segundo a Palavra de Deus, seguindo a verdade que nos liberta e não as mentiras deste mundo.

Tags:

Deixe o seu comentário