Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Homilias em Destaque › 20/03/2012

lV Domingo da Quaresma -Jesus não veio para condenar

O evangelho de João deste domingo proclama solenemente que Jesus não veio para condenar, mas para salvar. A vontade salvifica de Deus é universal: ele quer todos salvos, ninguém excluído. Nenhum pai e nenhuma mãe da terra gostariam de ver o próprio filho se perdendo por caminhos errados, sofrendo e causando sofrimento; abandonando a família. Se nós que somos pequenos e imperfeitos pensamos assim, podemos imaginar quanto Deus Pai quer cada um de seus filhos e filhas, em sua casa. Você pode ficar tranqüilo , Deus não quer te perder, jamais. Mas então….? Então, acontece que o amor de Deus inclui uma característica fundamental para ser verdadeiro: a liberdade. Quando Deus nos criou livres, nos deu a capacidade e a possibilidade de dizer não pra ele. Não pode existir amor na obrigação, na violência, no medo, na troca de favores, na chantagem. Deus nos ama ao ponto que corre o perigo de não ser correspondido no seu amor. Assim acontece que usando esta liberdade muitos filhos e filhas dele, renegam a sua paternidade, vivem distantes dele, vivem pensando e fazendo tudo o contrário do que ele ensinou para nós. Neste sentido percebemos que não existe a condenação de Deus, já que Ele gostaria de salvar a todos, mas existem pessoas que se condenam, se perdem por caminhos distantes de Deus. Paolo na sua carta disse que Deus rico em misericórdia, veio nos buscar quando éramos “mortos” por causa de nossas faltas. Isso me lembra como a misericórdia de Deus sempre da a chance a todos nós, quando nos perdemos, de voltar para ele, de nos achar nesta vida. Lembramos a imagem do oleiro e do vaso novo. Vaso novo feito a partir dos pedaços do vaso quebrado. Nó jogamos fora as pessoas “quebradas”: as pessoas que erram com a gente, são canceladas do nosso coração, não queremos mais saber delas; e pior que nos achamos justos e corretos. Deus não é assim, mas a partir de nossas misérias sabe nos reconstruir com seu perdão. Mesmo que a minha vida possa estar despedaçada, Deus é capaz de fazer de mim, uma nova pessoa, um vaso novo. Então….? O grande segredo é confiar. Confiar em Deus e saber colocar nossa vida em suas mãos. Ter uma fé que não visa a nossa perfeição por si mesma, mas a perfeição que alcançamos confiando naquele que tudo pode. Assim como Deus, não pode agir perante um coração fechado, ele pode muito perante um coração aberto e sincero. Pai eu confio em Ti, Coloco toda minha vida em tuas mãos.

Deixe o seu comentário