Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:

Levantai-vos e erguei a cabeça- homilia do 1º domingo do Advento- Pe Graciano

Hoje retomamos nossa caminhada na fé e na
Liturgia. O ano Litúrgico é o tempo de 50 domingos que nos permitem
reviver a vida de Cristo para que possamos segui-lo. A primeira etapa
deste ano é o tempo do advento, que iniciou
nesse domingo e que é ligado ao tempo do
Natal. Podemos dizer que na primeira parte do ano da fé somos
chamados a nos preparar para viver com pleno sentido a vinda do Filho
de Deus ao mundo. O advento então é este tempo de gestação, tempo
de espera que nos coloca sempre frente ao pergunta fundamental da
nossa fé: estamos preparados para acolher o Salvador na nossa vida?
É neste sentido
que no inicio do Advento não se fala da vinda do menino Jesus, mas
se fala da vinda final de Jesus, pois as atitudes de quem espera são
sempre parecidas.

O evangelho que ouvimos parece que chama atenção
a não viver distraídos, tomados por muitos afazeres, vivendo muito
o superficial e esquecendo o essencial, apegados demais ao que passa
e esquecendo o que não passa.

Quando
estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a
cabeça,
porque a vossa libertação está próxima.

Tomai
cuidado para que vossos corações
não fiquem insensíveis por
causa da gula,

da
embriaguez e das preocupações da vida,
e esse dia não caia de
repente sobre vós;

pois
esse dia cairá como uma armadilha
sobre todos os habitantes de
toda a terra.

(Lc
21, 28. 34-35)

Gula e embriaguez são
símbolo de uma vida sem sentido, pois é claro que um ser humano não
está neste mundo apenas para banquetear, comer e beber. Claro que
quanto menos temos compromisso com a vida, o grande problema vai ser
como passar o tempo…! Mas se consideramos a vida como uma missão,
se nos sentimos chamados a viver como Cristo e a nos preocupar com o
próximo, se damos a vida o sentido do amor e da doação, com
certeza o nosso problema não será como passar o tempo, mas nos
faltará tempo para fazer tudo que gostaríamos de fazer.

As preocupações da
vida,
podem ser muitas e podem ser pesadas também. Como ouvimos,
precisamos erguer a cabeça e não deixar que as dificuldades nos
deixem
cabisbaixo. Levantar a cabeça significa olhar para o alto de onde
vem a nossa força. Deus não quer que ficamos tristes, desanimados,
derrotados, desolados, envergonhados.

No caso de uma vida só
preocupada em diversão, como quem
acha que a vida é apenas curtição, o que falta para acolher Deus é
quase tudo, pois Deus nos convida a viver a vida como missão, e a
gente não está aqui só para pensar em si mesmo. Claro que quase
ninguém poderia viver uma vida tão desligada, pois precisa
trabalhar, pagar as contas, sustentar a família, etc,
mas as vezes tudo é vivido, ou melhor suportado como obrigação
necessária, e vive sem amor.

Quando exageramos na
preocupação perdemos a confiança em Deus, achamos que podemos
resolver tudo com as nossas forças, mas logo as forças acabam e nos
encontramos tristes e abatidos. Só a cabeça erguida de quem confia
em Deus, sabe que as dificuldades não podem nos vencer e a gente tem
tantos exemplos de superação nas nossas comunidades.

Que este advento seja então um tempo para vencer uma vida distraída e superficial e um tempo para nos animar com esse Deus que vem ao nosso encontro e não nos deixa sozinhos. Não posso deixar de mencionar os grupos de Novena que se estão formando: procure, coloque sua casa a disposição, tenha a bênção da Novena passar na sua casa. A Novena é um grande instrumento de Deus para viver tudo que falamos hoje, para viver o advento de maneira cristã.

Padre Graciano Cirina

Paróquia Sagrado Coração
de Jesus

Poços de Caldas- MG |
Diocese de Guaxupé

Deixe o seu comentário