Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Destaques › 21/03/2012

Jornada mundial da juventude é peça importante na evangelização

 

O presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, Cardeal Stanislaw Rylko, mostrou sua confiança em que a próxima Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no Rio de Janeiro em 2013, será “outro passo importante em uma grande tarefa que a Igreja enfrenta hoje: a Nova Evangelização”.

Durante uma entrevista concedida à agência de notícias ACI, o Cardeal Rylko disse que, em mais de 25 anos de história da Jornada Mundial, “demonstraram ser um instrumento evangelizador de uma força extraordinária. Tenho certeza que o Rio de Janeiro dará uma forte confirmação deste feito”.

O prelado disse ainda que “os jovens de hoje, e especialmente os jovens latino-americanos, são muito melhores do que a média se apresenta, isto porque, muitas vezes, os meios de comunicação se concentram no aspecto negativo dos jovens”.

O Cardeal Rylko – que recentemente esteve no Rio de Janeiro conhecendo os preparativos e os possíveis locais que receberão os eventos da JMJ – disse também que “as Jornadas servem também para este objetivo, demonstrar ao mundo, outro rosto da juventude contemporânea. E tenho certeza que este será o caso dos jovens no Rio de Janeiro”.

Durante a entrevista, que contou com a presença do Arcebispo do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Organizador Local, Dom Orani João Tempesta, o Cardeal se mostrou alegre pelo avanço dos trabalhos. Expressou sua satisfação pelo “entusiasmo e a alegria dos que estão empenhados neste projeto, no sentido de responsabilidade e profissionalismo do trabalho que está sendo feito”.

O purpurado também destacou que “o investimento no jovem é o melhor investimento que se pode fazer no futuro do Brasil, no futuro da Igreja e no futuro do mundo”.

Dom Orani afirmou que no final de março estará reunido durante três dias em Roma com represetantes do Comitê Organizador Local, representantes das Conferências Episcopais, comunidades e movimentos eclesiais de vários países, para avaliar a Jornada Mundial que aconteceu em Madri, no ano passado e planejar o caminho de preparação para o próximo evento no Rio de Janeio. (LB)

Com informações da ACI

Deixe o seu comentário