Paróquia
Sagrado Coração de Jesus

Poços de caldas - mg | Diocese de guaxupé

Paróquia hoje:

Preparai o Caminho do Senhor – Homilia IIº Dom de Advento

Este segundo domingo do Advento nos coloca na atitude certa de quem deseja acolher o Salvador. João Batista o precursor, cita as palavras de Isaías que mostram que o Salvador é alguém que vem ao nosso encontro: “Todos verão a Salvação de Deus!!” O nosso Deus é um Deus que vem ao nosso encontro, que se aproxima de nós, se aproxima tanto ao ponto de se tornar um de nós.
Por isso a espiritualidade do Advento pode ser vista como a atitude de espera e acolhida. È uma maneira de esperar que nos transforma, nos torna capazes de acolher. O Senhor vem e precisamos preparar o caminho para ele chegar até nós. Advento não é para distraídos; a salvação que vem de Deus precisa da nossa participação, não acontece de qualquer maneira, não acontece para todos da mesma maneira. Depende da acolhida de cada um.
Se queremos viver o Advento precisamos então fazer o exercício espiritual da espera ativa. As imagens do profeta Isaías são muito sugestivas para nossos exercícios espirituais.
“Endireitai suas veredas” é o primeiro convite do Profeta; as veredas são os atalhos, caminhos com pouco espaço, trilhas. Precisamos facilitar, deixar menos torto o caminho que traz o Senhor até nós. Isso sugere que precisamos ser mais abertos e sinceros com Deus. Precisamos nos colocar na frente de Deus do jeito que somos de verdade. Deus nos conhece e não adianta nos apresentar a ele sem reconhecer nossas limitações. Deus ama nossa sinceridade: não se preocupa com nossos erros, se preocupa muito mais com a nossa incapacidade de reconhece-los, de querer aparecer o que não somos. Conhecer a verdade sobre mim é um grande dom do Espírito Santo.
“Todo vale será aterrado e toda montanha rebaixada”. Vales e montanhas são partes da natureza que a tornam linda e tiram a monotonia da planície. Na imagem usada pelo profeta, porém, elas dificultam a passagem, a chegada do Salvador. Podemos então interpretar as vales como algo que falta na nossa vida, no nosso jeito de ser. As montanhas são tudo aquilo que temos em excesso, e que precisa tirar. Se pensarmos então naquilo que falta na nossa vida, podemos descobrir que nos falta amor, compaixão , misericórdia. Podemos descobrir que quase nunca visitamos um doente, que nunca temos tempo para ajudar os outros, que nunca partilhamos o que temos, que não somos capazes de perdoar os outros. Podemos descobrir que há muitos “falhas” na nossa oração, que há muito vazio. Se pensarmos nas “montanhas” espirituais, podemos descobrir que somos muito orgulhosos, que somos exageradamente centrados em nós mesmos, que nos achamos sempre certos, que somos vaidosos, apegados a muitas coisas. “Montanhas”, por exemplo, são nossos juízos maldosos e sem misericórdia. Tem muitas coisas que precisamos rebaixar, tirar da nossa maneira de ser.
Eis um caminho espiritual simples mas eficaz que vai facilitar a vinda do Salvador no nosso coração. Vamos focar bastantes faltas e excessos na nossa maneira de ser.
Sabemos que não é fácil se enxergar de maneira objetiva: somos sempre prontos a ver os defeitos dos outros que nos parecem tão claros, mas somos sempre muito misericordiosos com os nossos defeitos e as vezes até os transformamos em virtudes: tem pessoas que tem uma língua bem afiada e venenosa, mas ao falar de si mesmos dizem que são sinceros e diretos. A sinceridade nunca deve ofender os outros.
Se enxergar na realidade de quem somos de fato só pode vir da oração e do desejo de crescer, de ser cada dia melhor do que ontem. Pode vir dos momentos de adoração, quando ficamos em silencio para ouvir a voz de Deus. Vem também da pratica maravilhosa de pedir perdão a Deus e ao próximo. Isso nos faz crescer bastante, vence nosso orgulho e vaidade espiritual, nos torna pessoas simples, sem mascaras. Tudo isso pode traduzir muito bem a frase de Isaías para os dia de hoje: Preparai o Caminho do Senhor!